domingo, outubro 30, 2005 

Chuva



Está a chover e eu vou dormir.

 

Recordações

Gosto muito de ouvir um programa que é transmitido aos sábados de manhã na Antena 1. Chama-se “Lugar ao Sul” e faz-me lembrar a infância!

 

Mundos



Leio hoje na revista do Expresso que no meio da Amazónia, missionários católicos ensinam português e matemática aos índios ianomâmis. Para este povo, um acto que para nós ocidentais é repugnante e condenável, o infanticídio, está perfeitamente enraizado na sua cultura e faz mesmo parte do quotidiano. Justifica-se quando a criança é deficiente, fruto de relações ilegítimas, ou simplesmente, quando as mães entendem que não têm condições para garantir a sua sobrevivência. Para os ianomâmis “a pessoa começa a ter vida quando pega no peito da mãe. Por vezes, dizem que veio ao mundo no tempo que não era dela... Têm de a mandar de volta para onde estava, porque virá depois.”
Quando por cá tanto se discute sobre o exacto momento do início da vida, para este povo parece não haver dúvidas. Faz-me pensar na diversidade de culturas e convicções num mundo que às vezes parece tão pequeno e tão uniformizado, mas onde, no fundo, convive tanta diversidade. Apesar de tal costume me impressionar e repugnar, cada vez me parece mais difícil fazer juízos de valor.

sexta-feira, outubro 28, 2005 

A sério?!

Porque é que isto não me surpreende?
Às vezes apetece-me mudar de país!

 

Sexta feira

Hoje sinto-me assim...

quinta-feira, outubro 27, 2005 

Auto-semelhança

Cada parte igual ao todo, infinitamente. Por alguma razão também se encontram estas formas na natureza.

 

Está aí alguém?

Ouvi hoje, num serviço noticioso regional da RTP1, a seguinte pérola:
“Entrevistadora: O senhor que vive neste local há muitos anos, diga-me, o que tem visto por aqui nestes últimos tempos?
Entrevistado: Bem, eu há cinco anos que não vejo, mas antes disso...”

E a entrevista continuou alegremente.
Pois, o senhor era mesmo cego!

quarta-feira, outubro 26, 2005 

Capitão

Alguém tem dúvidas...



...de quem manda?

 

Leituras

Ontem terminei de ler...



Um modo incrível de descrever o Horror maior da Humanidade.

terça-feira, outubro 25, 2005 

Outono

Onde é que anda o frio?

 

Mais do mesmo

Pode ser que, se não lhe ligarem, ele se cale...



"The FA will not take any action against Chelsea manager Jose Mourinho for suggesting the assistant referee that ruled out Didier Drogba's strike against Everton "needs glasses". (The Independent)"
Lido aqui.

segunda-feira, outubro 24, 2005 

Era uma vez...

Era uma vez... uma escola!

Na nossa escola os alunos e os professores são os “actores” principais! São as pessoas mais importantes!
Na nossa escola, quando é dia de festa todos participam!
Na nossa escola não escondem os professores e os alunos nas salas, sem cadeiras, toda a manhã, enquanto os senhores importantes visitam as instalações!
Na nossa escola não compram computadores novos só para os senhores importantes verem!
Na nossa escola os professores e os alunos são cumprimentados pelos senhores importantes quando estes passam por eles!
Na nossa escola os professores não são chamados a participar na festa apenas para voltar a arrumar as salas!
Na nossa escola não são trazidos alunos de outras escolas só para mostrar... não sei bem o quê!
Na nossa escola, não vão receber diplomas alunos que ainda estão a estudar só para parecer que houve uma grande adesão à festa!
Na nossa escola os professores não são tratados como “pau para toda a obra”!
Na nossa escola pagam aos professores...
Gostava tanto de ter uma escola assim!

domingo, outubro 23, 2005 

Domingo

Este é um domingo diferente dos outros. À parte da neura do costume, nasceu este blogue. Assim, este dia que normalmente é reservado para pensar: “amanhã já é segunda!” ou então, “como é possível o fim-de-semana passar tão depressa!” ou a minha preferida “não vou trabalhar a semana inteira, vou tirar férias!”, transformou-se em algo mais agradável com as boas vindas de outros “blogueiros”.
Obviamente que esta neura passa logo na segunda-feira!

 

O primeiro post

Depois de muita reflexão, ponderação e insistência de um valioso conselheiro, lá vou dar início ao blogue! Convenceram-me dizendo que é terapêutico. Agora preciso de terapia para saber o que escrever! Já tentei subornar outros “blogueiros” para me escreverem os posts, mas não tive sucesso. Não percebo porquê. Até podia vir a ser uma futura profissão de sucesso – “escritor em blogue alheio”. Sendo assim lá terei que dar largas à imaginação e ir opinando quando me der na real gana. Ah, e é verdade… este blogue é cor-de-rosa, com muito orgulho, feminino, assumidamente e benfiquista, gloriosamente!